Imprimir Página

Brincando com Histórias

Brincando com Histórias

Objetivo didático:

Proporcionar ao público o estímulo à criatividade com a criação e narração de histórias a partir de jogos e brincadeiras.

Funcionamento:

O mediador deverá organizar os participantes sentados em roda, se apresentar e explicar a oficina que consiste, resumidamente, na criação coletiva de uma história com produção de movimentos e/ou sons a partir de um jogo com dados. O mediador inicia a narrativa jogando o(s) dado(s). A partir do resultado, deverá pensar em um objeto, pessoa, animal, ação, etc. que se inicie com a letra sorteada e iniciar a história. Por exemplo: se a letra P for sorteada “Era uma vez uma princesa adormecida…” (narrar produzindo o som de roncos, imitando uma pessoa dormindo – neste momento, todos deverão imitar os sons e gestos realizados). Em seguida, cada um, deverá dar continuidade à narrativa inventando movimentos e sons a partir da jogada dos dados.

É importante que o mediador auxilie, sempre que necessário, na construção da narrativa, com a leitura das letras sorteadas e sugestões de palavras (caso as crianças estejam no processo inicial de alfabetização), com orientações sobre como dar sequência a história (uso de expressões como “então”, “até que um dia”, etc; ou com perguntas que estimulem a continuidade caso as crianças demonstrem dificuldades: no caso da princesa adormecida citada acima, por exemplo, questionar: qual o nome da princesa, onde ela mora, quem está com ela, etc.)

Ao final da oficina, as crianças deverão realizar uma produção pictórica (desenho e pintura) sobre a história criada.

Materiais utilizados:

Resma de folha A4; Giz de cera ou lápis de cor.

 

 

Autor: Giselle Mendes dos Santos

 

Link permanente para este artigo: http://www.cienciasecognicao.org/min/?page_id=3338