Imprimir Página

Prosódia Emocional

Prosódia Emocional

Objetivo didático:

Apresentar os aspectos neurológicos envolvidos na expressão e compreensão de estados emocionais a partir da análise de aspectos prosódicos da fala e da linguagem corporal. Com isso, visa-se ressaltar a importância da integração das atividades inter-hemisféricas do cérebro para a comunicação. A entonação e/ou a expressão facial para a comunicação interpessoal, quando prejudicadas podem ser sinais de alerta para quadros de alterações no uso da linguagem (ex: Autismos).

Funcionamento:

Duas duplas de jogadores participantes simulam uma interação verbal cumprindo a seguinte tarefa: o jogador 1 deverá dizer uma dada informação ao jogador 2. Esta informação é uma frase de conteúdo semântico não emocional (ex: “A porta está fechada”). Caberá ao jogador que a diz, expressar uma das 5 emoções básicas (surpresa, medo, raiva, tristeza e alegria) através da forma como “passará” a mensagem (a frase em si). O receptor da mensagem deverá adivinhar qual emoção foi expressa pelo emissor da mensagem. Os papeis de emissor e receptor dos jogadores são revezados para que ambos possam experimentar o lugar de compreender e expressar dado estado emocional. A proposta é fazer com que os participantes interajam entre si, e se esforcem para transmitir as “emoções secretas”, tal como para identifica-las.

Materiais utilizados:

Dois pares de capacetes do cérebro, fichas com a representação das emoções e cartas com frases de conteúdo linguístico não emocional

Habilidades exercitadas:

Habilidade de reconhecimento e expressão de aspectos prosódicos emocionais

 

Autor: Anna Carolina Miguel

Link permanente para este artigo: http://www.cienciasecognicao.org/min/?page_id=3381