Imprimir Página

Cada Letra Uma História

Objetivo didático: Demonstrar, através da ludicidade, a importância da integração dos níveis linguísticos para a elaboração de narrativas orais e escritas.

 

Funcionamento: Criar histórias narrativas (orais e/ou escritas, individuais e/ou coletivas). Com as fichas do jogo, o(s) participante(s) deverá(ão) construir uma história seguindo a estrutura do texto narrativo (início, meio e fim) utilizando palavras e expressões comumente utilizadas na escrita de histórias. Jogar os dados D6 e/ou D20 para a escolha/criação de personagens, lugares ou objetos mágicos de acordo com as letras sorteadas. Exemplo: caso as letras sorteadas sejam E, C e P – “Era uma vez um Extraterrestre que viajou até um Castelo mal assombrado no nosso planeta em busca de uma Poção mágica que o ajudaria a se transformar em um menino humano (…)”. É importante que o mediador auxilie, sempre que necessário, na construção da narrativa, com a leitura das letras sorteadas e sugestões de palavras (caso as crianças estejam no processo inicial de alfabetização), com orientações sobre como dar sequência a história, sobre os usos das expressões citadas ou com perguntas que estimulem a continuidade do enredo caso as crianças demonstrem dificuldades, por exemplo, questionando o nome do personagem, onde ele mora, com quem está, o que está fazendo, o que aconteceu depois, etc.

 

Material: Jogo Alfa-Braille

 

Autora: Giselle Mendes dos Santos

Link permanente para este artigo: http://www.cienciasecognicao.org/min/?page_id=4405