Neurociências e Artes: como as artes podem contribuir para a cognição

No dia 18/03 (quarta-feira), às 10:00, o Prof. Dr. Alfred Sholl-Franco, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, apresentará a palestra “Neurociências e Artes: como as artes podem contribuir para a cognição“. Discutirá tópicos relacionados com as implicações cognitivas da experiência artística, o modo como as artes podem contribuir para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem e aspectos gerais sobre a convergência entre os campos de artes e neurociências, que vem se convencionando chamar de “neuroestética”.

Após a palestra, haverá a comunicação “Música e Cérebro“, com a Prof. Maria Beatriz Licursi, da Escola de Música, da UFRJ, seguida da apresentação musical do quarteto de cordas “O Fino da Música” destacando obras de compositores cuja vida teve relação com temas ligados ao cérebro (altas habilidades, distúrbios sensoriais e outros). Por fim, haverá a abertura das exposição “Olhares” e o lançamento do livro “Desenhando Emoções“, de Alfred Sholl-Franco, Anna Carolina Miguel e Scarlet Guedes.

Entrada gratuita.

Data: 18/03, às 10:00

Local: Auditório Rodolpho Paulo Rocco (Quinhentão), subsolo do Bloco K, Campus Fundão (UFRJ) – Para orientação por mapa, clique aqui.

Maiores informações: http://cienciasecognicao.org/semana_do_cerebro/?p=78

Translate »