Autorregulamentação da aprendizagem: uma perspectiva holística

DSC05954[Publicado em: Ciências & Cognição 2016; Vol 21(1), pp. 033-051 © Ciências & Cognição – ISSN 1806-5821]

AUTORREGULAÇÃO DA APRENDIZAGEM: UMA PERSPECTIVA HOLÍSTICA

Abílio Afonso Lourenço, Maria Olímpia Almeida Paiva

Resumo

O presente texto tem como objetivo realizar uma abordagem holística dos processos autorregulatórios da aprendizagem. Alicerçada na teoria sociocognitiva de Bandura, esta reflexão sistematizada faz uma análise evolutiva e comparativa entre a forma triárquica da autorregulação desenvolvida por Zimmerman e colaboradores e o modelo PLEA dos processos autorregulatórios da aprendizagem de Rosário. A revisão de literatura subjacente aos dois modelos teóricos realça a importância de os professores discutirem com os alunos, nas tarefas previstas no currículo, a aplicação das estratégias de autorregulação a situações concretas de aprendizagem, treinando a sua transferência para outros contextos e tarefas escolares. Este processo incrementaria as competências de autorregulação dos alunos, a instrumentalidade da utilização de estratégias de aprendizagem e a sua autoeficácia e, como consequência, promoveria o sucesso escolar e a focalização dos alunos em aprendizagens mais qualitativas.

Palavras-chave: teoria sociocognitiva; autorregulação da aprendizagem; estratégias de aprendizagem; rendimento escolar.

Texto completo: PDF