Treinamento de pais e autismo: uma revisão de literatura

 

baixa-023TREINAMENTO DE PAIS E AUTISMO: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Aline Abreu e Andrade, Priscilla Moreira Ohno, Caroline Greiner de Magalhães, Isabella Soares Barreto

Resumo

O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é caracterizado por deficits persistentes na comunicação e na interação social em múltiplos contextos e por padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades. Tais comprometimentos devem estar presentes no indivíduo precocemente no desenvolvimento e causar prejuízos significativos em áreas importantes da vida. Como forma de promover o desenvolvimento das crianças com autismo, pesquisas se dedicam a estudar os tipos de intervenção mais eficientes para diminuir os sintomas autísticos e aumentar comportamentos adaptativos. O objetivo deste estudo é realizar uma revisão da literatura especificamente sobre treinamento de pais de pessoas com autismo a fim de sintetizar as evidências atuais a respeito do impacto desta modalidade de intervenção tanto para a criança quanto para a sua família. Foram consultadas as bases de dados Academic Search Premier, Journals Ovid Full Text, PsycArticles (APA), ScienceDirect (Elservier), SpringerLink (MetaPress) e Wiley Online Library para a seleção dos artigos. Foram selecionados e lidos integralmente 15 artigos. Os estudos revisados apontam para uma indeterminação quanto à eficácia do treinamento de pais como forma de facilitar o desenvolvimento de crianças com autismo. Não foi encontrado resultado conclusivo no que diz respeito ao aumento da qualidade de vida dos pais dessas crianças após a intervenção.

Palavras-chave: Transtorno do Espectro do Autismo, treinamento de pais, revisão de literatura.

Texto completo: PDF

[Publicado em: Ciências & Cognição 2016; Vol 21(1), pp. 7-22 © Ciências & Cognição – ISSN 1806-5821. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1038/pdf_67]