Estudo sobre a IV Olimpíada Brasileira de Neurociências é apresentado na FESBE

fesbe8Na 37a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) Ingrid Moura (acadêmica de Medicina e coordenadora do Comitê Nacional da Olimpíada Brasileira de Neurociências) apresentou o trabalho “IV Olimpíada Brasileira de Neurociências: Divulgação e popularização das neurociências entre estudantes do ensino médio“, em formato pôster. São coautores do trabalho Alfred Sholl Franco (UFRJ, OCC) e Glaucio Aranha (OCC, TJRJ), membros do ‘Grupo de Pesquisa em Neurociências e Educação’ (NEUROEDUC).

Resumo:

IV OLIMPÍADA BRASILEIRA DE NEUROCIÊNCIAS: DIVULGAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DAS NEUROCIÊNCIAS ENTRE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO

Ingrid Moura de Oliveira¹, Alfred Sholl-Franco² ³ e Glaucio Aranha²

1- Graduanda  do Curso de Medicina da UFRJ, Rio de Janeiro, RJ; 2 – Pesquisador/Professor da Organização Ciências e Cognição, Rio de Janeiro, RJ; 3- Pesquisador/Professor do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho – UFRJ, Rio de Janeiro, RJ

  • Introdução: As olimpíadas de neurociências são competições de neurociências para estudantes do ensino médio com idade entre 14 e 19 anos incompletos, que ocorrem internacionalmente desde 1998 e no Brasil desde a fundação do Comitê Brasileiro em 2013.
  • Objetivo: Nosso objetivo é apresentar os resultados da IV Olimpíada Brasileira de Neurociências (OBN; cienciasecognicao.org/brazilianbrainbee) e estimular a formação de novos Comitês Locais (CL) responsáveis pela realização de competições em todo o Brasil.
  • Métodos: O comitê nacional, coordenado pelo Prof. Alfred Sholl-Franco e pela Acadêmica de Medicina da UFRJ Ingrid Moura de Oliveira, é membro do comitê internacional (http://www.internationalbrainbee.com/) e conta com a participação de uma comissão científica composta por Professores e Pesquisadores em neurociências. Na IV OBN tivemos a participação de dois novos Comitês Locais (São Fidelis/RJ e Brasiliense/DF) e a reativação de outro Comitê Local (Ribeirão Preto/SP), elevando o número de competidores para 13. A competição nacional foi realizada no dia 14/05/2016, na cidade de São Paulo, das 12:00 às 18:00 h, no Centro de Educação em Saúde Abram Szajman (CESAS), localizado na unidade Francisco Morato do Hospital Albert Einstein. Os três primeiros colocados de cada Comitê Local foram classificados para a competição nacional: Lorrayne Isidoro Gonçalves, Danilo Maciel de Deus e Melo e Gabriela Marques Mendonça Lira pelo Comitê do Rio de Janeiro e Grande Rio/RJ; Thiago Garcia Varga, Laura Valqueíria Ramos Maita e Caroline Magalhães de Toledo pelo Comitê de São Paulo/SP; Breno Masi De Basi, Débora Souza Queiroz e Talles Gabriel Castellar Barroso pelo Comitê de Ribeirão Preto/SP; Caio Silva de Paula Cabral pelo Comitê São Fidélis/RJ; Fabrício Andrade Rodrigues, Kaleb Damarcena de Oliveira e Karen Kathleen Amorim Oliveira pelo Comitê Brasiliense/DF. Os exames aplicados durante a OBN foram compostos por questões teóricas e práticas (objetivas e discursivas), divididas em 5 categorias (neuroanatomia, neurohistologia, neurofisiologia, neurociências básicas e neurociências clínicas).
  • Resultados: A representante do Comitê do Rio de Janeiro Lorrayne Isidoro Gonçalves, estudante do 3º ano do Colégio Pedro II Engenho Novo, supervisionada pela Profa. Camila Marra, venceu a IV OBN e participou da Olimpíada Internacional de Neurociências (International Brain Bee – IBB; www.thebrainbee.org), realizada entre 30/06 e 04/07,  em Copenhagen (Dinamarca), durante o Fórum da Federação das Sociedades Européias de Neurociências (FENS, http://www.fens.org/). A IBB contou com a participação de 25 países e a representante brasileira obteve a 18ª colocação geral, ficando em segundo lugar no exame de diagnóstico clínico e em sexto lugar no exame de neuroanatomia.
  • Conclusões: A realização das olimpíadas de neurociências (locais e nacional) mostra que este tipo de atividade é muito importante para a divulgação das neurociências para alunos do ensino médio, motivando os jovens ao aprendizado das ciências e despertando vocações nas áreas humanas, tecnológicas e/ou biológicas que estudam ou interagem com as neurociências, tanto no nível básico como clínico.  
  • Apoio Financeiro: Organização Ciências e Cognição; IBCCF/UFRJ; PR-5/UFRJ, PROEXT-MEC/SESU, CNPq, CENSUPEG, ALBERT EINSTEIN – Sociedade Beneficente Israelita Brasileira.

2016-xxxi-fesbe-moura-e-sholl-franco-obn-24072016