Chamada para o Simpósio “Semiótica Cognitiva: linguagem, comunicação e neurociências”


Chamada para o Simpósio “Semiótica Cognitiva: linguagem, comunicação e neurociências”

VI Colóquio Internacional de Semiótica – Rio de Janeiro – 13 e 14/11/2017

Coordenadores: Claudio Correia e Glaucio Aranha

Resumo: 
Este simpósio tem como objetivo reunir trabalhos alinhados com a Semiótica Cognitiva, quer como perspectiva para a análise, quer como reflexão epistemológica sobre este campo. A Semiótica Cognitiva é um campo emergente que busca estudar a produção de sentido por meio da aplicação convergente de teorias e métodos provenientes das diferentes abordagens da semiótica (p.e., Peirce, Greimas, Lotman, etc.) e das ciências cognitivas (neurociências, psicologia, linguística, filosofia e inteligência artificial). O simpósio propõe um olhar para os aspectos relacionados com os eixos: 1) linguagem (p.e., desenvolvimento, discursividade, funcionalidade, narratividade), 2) comunicação (p.e. processos comunicacionais/midiáticos e produção de sentido) e 3) neurociências (p.e. percepção, compreensão, interpretação, memória). A reunião dos trabalhos neste simpósio servirá para refletir sobre a Semiótica como uma ciência cujos princípios são fundamentais aos estudos cognitivos. Constituindo-se, também, como um tipo específico de Ciência Cognitiva, com princípios e teorias fundamentais para o entendimento dos processos de significação, representação e interpretação. São muitos os princípios que direcionam a Semiótica para um diálogo com as Ciências da Cognição, permitindo, dessa forma, a interdisciplinaridade e convergência entre suas teorias e métodos. Entre esses princípios podemos citar: o estudo da percepção, a organização simbólica dos processos de comunicação, a teoria geral dos signos, a geração das semioses, a geração dos interpretantes e a produção da cognição na mente dos intérpretes. Os trabalhos que irão compor o simpósio buscarão demonstrar que a Semiótica Cognitiva se apresenta como uma abordagem mais ajustada à análise dos fenômenos cognitivos, no tocante à complexidade disciplinar envolvida nas questões sobre produção de sentido, com foco nos mecanismos de engendramento das interpretações, por meio de um diálogo biopsicológico e humanístico.

Mais informações: http://colsemi2017.com.br/

Inscrições de trabalho: clique aqui