TOP-DOWN VS. BOTTOM-UP: ALTERAÇÕES NO PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES DURANTE A INDUÇÃO DE FADIGA MENTAL

de Melo, H., Nascimento, L., & Takase, E. (2018). TOP-DOWN VS. BOTTOM-UP: ALTERAÇÕES NO PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES DURANTE A INDUÇÃO DE FADIGA MENTAL. Ciências & Cognição, 23(1). Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1352

TOP-DOWN VS. BOTTOM-UP: ALTERAÇÕES NO PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES DURANTE A INDUÇÃO DE FADIGA MENTAL

Hiago Murilo de Melo, Lucas Martins Nascimento, Emílio Takase

 

Resumo

A Fadiga Mental (FM) ocorre durante ou após um período prolongado de demanda cognitiva repetitiva somado a recompensas insatisfatórias. Este estudo pretende investigar alterações no processamento de informações top-down e bottom-up no controle inibitório durante a indução de FM através do protocolo de tarefa cognitiva por tempo prolongado. Participaram do experimento 19 sujeitos (9 homens) com idades entre 18 e 24 anos (M=21,21 DP=1,77), submetidos ao paradigma Go/NoGo contendo cinco blocos de 250 tentativas com intervalos de 30 segundos entre blocos, totalizando 50 minutos de atividade. A ANOVA para medidas repetidas sugere efeito significativo do tempo de realização da tarefa no aumento no tempo de reação do processamento top-downF4,15 = 3,66, p<0,05, no número de erros por omissão, F4,15 = 4,75, p<0,05, e uma redução no tempo de resposta do processamento bottom-up, F4,15 = 5,39, p<0,05. Estes achados sugerem que a realização de uma tarefa cognitiva durante um período prolongado provoca prejuízo significativo no desempenho cognitivo, com ênfase no processamento de informações top-down, não impedindo a realização de um comportamento, mas prejudicando sua qualidade de execução.

Palavras-chave

Fadiga Mental; Processos Cognitivos; Top-down; Bottom-up.

Texto completo:

PDF

Deixe uma resposta