Olimpíada Brasileira de Neurociências como ferramenta para divulgação e popularização das neurociências

Apresentação da comunicação  OLIMPÍADA BRASILEIRA DE NEUROCIÊNCIAS COMO FERRAMENTA PARA DIVULGAÇÃO E POPULARIZAÇÃO DAS NEUROCIÊNCIAS, por Judy Chun, na Sessão “Popularização da Ciência”, durante a 10ª Semana de Integração Acadêmica (SIAC), da UFRJ. O trabalho apresenta uma análise do impacto das Olimpíadas Brasileiras de Neurociências como elemento colaborador para o estímulo de contato dos alunos com temas de neurociências. O trabalho foi desenvolvido em co-autoria com Aliny dos Santos Carvalho, Larissa Eletherio Miranda, Ingrid Moura de Oliveira, João Vítor Galo Esteves e Alfred Sholl-Franco.

Resumo: As Olimpíadas de Neurociências são competições para estudantes do ensino médio que ocorrem internacionalmente desde 1998 e, no Brasil, desde 2013. Tem por objetivos (1) despertar o interesse dos estudantes do ensino básico para o conhecimento científico relacionado às neurociências, (2) orientar os comitês locais já estabelecidos e ampliação da cobertura nacional da Olimpíada Brasileira de Neurociências e (3) realizar a competição nacional. Para a seleção dos campeões regionais, são realizadas reuniões virtuais coletivas e individuais junto aos comitês locais, para suporte e homogeneização dos seus processos. O comitê nacional também disponibiliza uma prova online para candidatos residentes em regiões ainda sem comitê. Após a seleção dos campeões regionais, ocorre a preparação e execução da etapa nacional, que é constituída por quatro provas realizadas em dois dias, intercaladas com atividades culturais. Uma vez selecionado o campeão nacional, este candidato é treinado para a International Brain Bee, através de encontros presenciais ou virtuais. Ao longo de todo ano, são desenvolvidas ações de divulgação para ampliação dos comitês locais, com instruções e suporte em sítio online. Em 2018, na VI OBN, foram selecionados 22 candidatos por comitês locais de 8 localidades (Grande Rio-RJ; São Fidélis-RJ, São Paulo-SP, Ribeirão Preto-SP, Belém-PA, Brasília-DF, Grande Dourados-MS e Porto Alegre-RS). A prova online selecionou 2 candidatos de Pernambuco. A campeã nacional de 2018 foi a representante do Comitê do Rio de Janeiro, que foi treinada com conteúdo teóricos e práticos em língua inglesa e competiu na etapa internacional realizada em Berlim alcançando o 13º lugar geral. Além disso, no último ano, foram realizados dois cursos de férias em neurociências no RJ e outros 6 cursos no Brasil, executados por comitês locais, que atingiram mais de 400 alunos do ensino básico, e foram produzidos e divulgados 10 vídeos e 22 artigos de divulgação sobre neurociências nos sítios e redes sociais do projeto. A VII OBN será realizada em 17, 18 e 19 de julho, no Rio de Janeiro, e contará com a participação de 12 comitês. São esperados ao todo 39 candidatos, de diferentes regiões do país. A ampliação constante do número de comitês e de candidatos participantes sinaliza o crescimento do projeto. Para além da seleção do campeão nacional, a OBN consolida-se como um indutor da divulgação das neurociências, agrupando e fomentando ações como cursos de férias, treinamento de alunos, interface universidade-escola, elaboração de videocasts, blogs e diversos materiais de difusão e divulgação. Desta forma, o projeto pode ser considerado como uma ferramenta para divulgação e popularização das neurociências, aproximando professores e alunos de ensino básico ao ambiente acadêmico, democratizando o ensino e despertando vocações.

Judy Chun

Para acesso ao Caderno de Resumos, clique aqui ou faça o download.

Citação: CARVALHO, Aliny dos Santos; CHUN, Judy, MIRANDA, Larissa Eletherio; OLIVEIRA, Ingrid Moura de; ESTEVES, João Vítor Galo; SHOLL-FRANCO, Alfred. Olimpíada Brasileira de Neurociências como ferramenta para divulgação e popularização das neurociências. “In”: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 10a. Semana de Integração Acadêmica da UFRJ: Caderno de Resumos; 21 a 27 de outubro de 2019;  Centro de Ciências da saúde CCS)/UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ; 2019, p. 505. Disponível em: https://sistemasiac.ufrj.br/cadernoController/gerarCadernoResumo/35000000 , acesso em 22/10/2019, 13:06