Inclusão na Educação através da música: a percepção de educadores e musicoterapeutas brasileiros [artigo]

Foi publicado no International Journal of Development Research (IJDR) (Qualis A2, Interdisciplinar), o estudo “Inclusion in Education through music: the perception of brazilian educators ans music therapists” (Inclusão na Educação através da música: a percepção de educadores brasileiros e musicoterapeutas), da autoria de Liliam C. Ameal, Gunnar G.C.C. Taets e Alfred Sholl-Franco.

A pesquisa que dá origem ao artigo tem o objetivo de avaliar a percepção de educadores e musicoterapeutas sobre o uso da experiência musical para a inclusão de crianças e adolescentes autistas. A metodologia usada lançou mão de um survey descritivo-exploratório aplicado entre março de 2016 e março de 2017. Participaram da pesquisa 182 voluntários, sendo 63 professores da educação básica, 59 professores de música, 35 profissionais da Educação (não professores) e 25 musicoterapeutas. Os resultados revelaram que 99,2 % (181) dos participantes consideram que o uso da experiência musical é importante para o processo de inclusão de crianças e adolescentes com desordem do espectro autista; 98,2% (180) entendem que o uso de música com objetivos terapêuticos contribuem para a inclusão; 80.7% (147) usam efetivamente a música para promover a inclusão; e 86,1% (157) atestam que a música aumenta a interação social em crianças e adolescentes com desordem do espectro autista. As conclusões apontam no sentido de que, na percepção de educadores e musicoterapeutas, a experiencia musical auxilia a conexão e o desenvolvimento dos estados emocionais dos sujeitos e contribui para o desenvolvimento sensório motor, afetivo e cognitivo, ao ser usada em processos inclusivos.

Para acessar o arquivo, click aqui.

Citação:

Liliam Cafiero Ameal, Gunnar Glauco De Cunto Carelli Taets and Alfred Sholl-Franco. 2019. “Inclusion in education through Music: The
perception of Brazilian Educators and Music Therapists”, International Journal of Development Research, 09, (09), 30776-30780. Disponível em https://www.journalijdr.com/sites/default/files/issue-pdf/17143.pdf . Acesso em 23/10/2019, 15:46.

. Acesso em 23/10/2019, 15:46.

Translate »