Chamada para o Simpósio “Semiótica Cognitiva: linguagem, comunicação e neurociências”

Chamada para o Simpósio “Semiótica Cognitiva: linguagem, comunicação e neurociências”

VI Colóquio Internacional de Semiótica – Rio de Janeiro – 13 e 14/11/2017

Coordenadores: Claudio Correia e Glaucio Aranha

Resumo: 
Este simpósio tem como objetivo reunir trabalhos alinhados com a Semiótica Cognitiva, quer como perspectiva para a análise, quer como reflexão epistemológica sobre este campo. A Semiótica Cognitiva é um campo emergente que busca estudar a produção de sentido por meio da aplicação convergente de teorias e métodos provenientes das diferentes abordagens da semiótica (p.e., Peirce, Greimas, Lotman, etc.) e das ciências cognitivas (neurociências, psicologia, linguística, filosofia e inteligência artificial). O simpósio propõe um olhar para os aspectos relacionados com os eixos: 1) linguagem (p.e., desenvolvimento, discursividade, funcionalidade, narratividade), 2) comunicação (p.e. processos comunicacionais/midiáticos e produção de sentido) e 3) neurociências (p.e. percepção, compreensão, interpretação, memória). A reunião dos trabalhos neste simpósio servirá para refletir sobre a Semiótica como uma ciência cujos princípios são fundamentais aos estudos cognitivos. Constituindo-se, também, como um tipo específico de Ciência Cognitiva, com princípios e teorias fundamentais para o entendimento dos processos de significação, representação e interpretação. São muitos os princípios que direcionam a Semiótica para um diálogo com as Ciências da Cognição, permitindo, dessa forma, a interdisciplinaridade e convergência entre suas teorias e métodos. Entre esses princípios podemos citar: o estudo da percepção, a organização simbólica dos processos de comunicação, a teoria geral dos signos, a geração das semioses, a geração dos interpretantes e a produção da cognição na mente dos intérpretes. Os trabalhos que irão compor o simpósio buscarão demonstrar que a Semiótica Cognitiva se apresenta como uma abordagem mais ajustada à análise dos fenômenos cognitivos, no tocante à complexidade disciplinar envolvida nas questões sobre produção de sentido, com foco nos mecanismos de engendramento das interpretações, por meio de um diálogo biopsicológico e humanístico.

Mais informações: http://colsemi2017.com.br/

Inscrições de trabalho: clique aqui

 

IV Seminário Ciências e Cognição – “Neurociências e Aprendizagem”

IV SEMINÁRIO CIÊNCIAS E COGNIÇÃO

“Neurociências e Aprendizagem: Novas Fronteiras”

08/10/2015, das 8:00 às 17:00h

Rio de Janeiro – RJ

O IV Seminário Ciências e Cognição terá como tema “Neurociências e Aprendizagem: Novas Fronteiras”. Buscará abordar as principais contribuições das Neurociências para a compreensão de processos envolvidos no processo de aprendizagem. Nesse sentido, o enfoque incidirá sobre aspectos como: neuroplasticidade, linguagem e estresse (interações/expressões na aprendizagem). Tem como objetivo principal discutir as contribuições das neurociências para a ampliação do conhecimento sobre a aprendizagem numa perspectiva integradora. As atividades serão realizadas por meio de exposição teórica, práticas e mesa-redonda com discussão entre os palestrantes convidados e os participantes do evento.

Inscrição

A participação será fechada para os inscritos e não serão permitidos ouvintes. A inscrição poderá ser realizada até o dia 05/10/2015 e será conferido certificado de participação. Para a realização da inscrição:

  • Preencha o formulário abaixo:

2015 – IV SEMINÁRIO CIÊNCIAS E COGNIÇÃO – FORMULÁRIO INSCRIÇÃO

  • Efetue o pagamento do valor da inscrição (R$ 70,00), clicando na imagem a seguir. Somente serão aceitos pagamentos nas modalidades:
    • Boleto Bancário (gerado pelo participante através do PagSeguro)
    • Cartão de Crédito
    • Débito Online
  • Não será aceita a opção de pagamento feita por “Depósito em Conta”, tendo em vista estar em teste.


    • Após o pagamento, envie o formulário preenchido para assessoria@cienciasecognicao.org
    • Em até dois dias úteis será encaminhado sua confirmação de inscrição.

    Temas a serem abordados

    • Neuroplasticidade e Aprendizagem, Alterações na Linguagem e aprendizagem e Estresse (fisiológico e patológico) na aprendizagem.

    Público-Alvo

    • Graduandos e Profissionais das áreas de saúde e educação interessados em ampliar seus conhecimentos  em neurociências e aprendizagem.

    Dia e Horário

    • 08/10/2015, das 8:00 às 17:00h (Certificado – Carga Horária: 8 horas)

    Local

    • Centro de Ciências da Saúde (CCS), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ilha do Fundão, Rio de Janeiro, RJ.

    Docentes

    • Prof. Alfred Sholl-Franco (BA, MSc., PhD.)
    • Profa. Anna Carolina Miguel (Fga., Especialista em Linguagem e Aprendizagem, Mestranda em Diversidade e Inclusão)
    • Dra. Fabiana de Mello Villaça (MD, MSc)
    • Profa. Mariza Sodré  (BA., Mestranda em Formação Científica para Professores de Biologia)

    Programação

    • 08:00 – 08:30 – Recepção dos participantes
    • 08:30 – 09:30 – Apresentação: Neuroplasticidade e Aprendizagem
    • 09:30 – 10:00 – Oficinas Práticas
    • 10:00 – 10:30 – coffee break
    • 10:30 – 11:30 – Apresentação: Alterações na Linguagem e Aprendizagem
    • 11:30 – 12:00 – Oficinas Práticas
    • 12:00 – 13:30 – Intervalo para almoço
    • 13:30 – 14:30 – Apresentação: Estresse (Fisiológico e Patológico) e Aprendizagem
    • 14:30-15:00 – Oficinas Práticas
    • 15:30-16:00 – coffee break
    • 16:00-17:00 – Mesa-redonda: discussão e debate dos palestrantes com os participantes sobre as temáticas abordadas ao longo do dia.

    Dúvidas e maiores informações:

Reunião do NeuroEduc – Dia 28/08/2015 – Tema: PROMOÇÃO DA LINGUAGEM EMOCIONAL: O QUE O PROFESSOR TEM A VER COM ISSO?

A próxima reunião do Neuroeduc (Centro de Estudos em Neurociências e Educação) acontecerá no dia 28/08/2015, no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF), Centro de Ciências da Saúde (CCS), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, das 10:00 às 12:00, na sala G1-009, bloco G.

  • Tema: Promoção da linguagem emocional: o que o professor tem a ver com isso?
  • Resumo: A linguagem emocional representa um conjunto de competências cognitivo-linguísticas que permite o indivíduo compreender e produzir significados afetivos e semânticos, tais como expressar e compreender estados emocionais e a intenção do emissor da mensagem. Essas qualidades facilitam a comunicação interpessoal e consequentemente o aprendizado decorrente das relações inauguradas com o ingresso escola. O educador é quem, rotineiramente norteia comportamentos sociais e orienta o uso da linguagem dos alunos para de acordo com o contexto. Nesse processo, assume lugar privilegiado tanto para a promoção da linguagem emocional quanto para a detecção dos sinais de dificuldades.Os transtornos do espectro autístico (TEA) e as alterações sensoriais (Surdez e Cegueira) apresentam particularidades em relação à qualidade do discurso emocional. Essas falhas interferem nas qualidades comunicativa e social e deve ser considerada também pela escola.

    A mestranda e fonoaudióloga Anna Carolina Miguel apresentará na próxima reunião do NEUROEDUC as particularidades do discurso emocional em quadros de Autismo, Surdez e Cegueira, discutindo como os educadores as percebem e a relevância teórico-prática desse conhecimento para inclusão.

  • Apresentação: Anna Carolina Miguel (UFF, CeC-Nudcen)

A reunião visa apresentar e discutir temas relacionados com as pesquisas em andamento nos Grupos de Trabalho (GT), do Neuroeduc, sendo destinadas aos pesquisadores e associados de Ciências e Cognição, mas aberta para participação como ouvinte do público externo. Para o público externo, enviar e-mail com antecedência de no mínimo 24 horas, informando o desejo de participar para cecnudcen@cienciasecognicao.org, tendo em vista o número limitado de assentos. Não há emissão de certificados ou declarações de participação.