Divulgação e Popularização em Neurociências: 8 anos da Semana do Cérebro no Rio de Janeiro

Foi defendida na UFRJ, nesta segunda-feira (22/05/17), o trabalho de conclusão de curso intitulado “Divulgação e Popularização em Neurociências: oito anos de atividades da Semana do Cérebro no Rio de Janeiro“, por Marina Chichierco, sob a orientação do Prof. Dr. Alfred Sholl Franco (IBCCF/UFRJ).

O trabalho trata da divulgação científica, entendendo-a como uma atividade que tem como função principal difundir conhecimentos científicos a partir de um diálogo acessível para a sociedade. Neste sentido, foi desenvolvida uma pesquisa, tendo como objeto as atividades desenvolvidas, por Ciências e Cognição e parceiros para a Semana do Cérebro do Rio de Janeiro, vinculada internacionalmente à Semana de Conscientização do Cérebro (Brain Awareness Week), visando promover a conscientização e a popularização das neurociências para toda a sociedade.

O objetivo da pesquisa foi relatar e analisar o processo de organização e os dados relacionados às oito edições desse evento realizadas através do projeto Museu Itinerante de Neurociência (MIN), um braço do projeto de extensão universitária “Ciências e Cognição – Núcleo de Divulgação Científica e Ensino em Neurociências”, parceria entre Organização Ciências e Cognição (OCC) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Deste 2010, este evento tem sido organizado pelo projeto e diferentes parceiros intra- e extra-muros da UFRJ. A cada ano, uma nova temática é escolhida e desenvolvida na forma de atividades práticas e interativas para o público em geral e, em particular, para estudantes e professores do ensino básico.

Ao longo dos últimos 8 anos, já foram abordados os seguintes temas: sistemas sensoriais, memória, linguagem, emoções, deficiências/distúrbios e altas habilidades, artes, relação corpo e mente e consciência. A partir da quarta edição, foram desenvolvidos e realizados oito cursos de capacitação e formação de mediadores, com um total de 1.426 voluntários atuantes ao longo desses anos.

Em média, foram realizadas 22 oficinas/atividades práticas por ano, atendendo um total de 9.136 participantes. A organização da ação é renovada, anualmente, através do processo de Brainstorming realizado ao final do ano anterior, que resulta no desenvolvimento de novas atividades a cada novo evento, além de promover a adesão de novos parceiros individuais e/ou institucionais. A partir de 2012, contou com a adesão de laboratórios que trabalham com neurociências presentes no Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFRJ), os quais abrem suas portas para visitação de estudantes durante os dias do evento, aumentando o grau de interação entre os visitantes e o ambiente acadêmico-científico.

Ao longo dos oito últimos anos, as ações vem sendo sistematicamente registrados e fartamente documentados, possibilitando a análise proposta no trabalho defendido por Marina, centrado na análise crítica e na observação participante. A relevância se destaca pela iniciativa pioneira no Brasil, em 2010, e a regularidade e constante crescimento das abordagens e parceiros, bem como pelo fato de que a Semana do Cérebro é uma iniciativa que tem grande repercussão, tornando-se uma importante ferramenta para o combate aos neuromitos, além de promover a divulgação e conscientização pública sobre as neurociências.

Marina foi aluna do curso de Ciências Biológicas, modalidade médica (Biomedicina), na UFRJ. Fizeram parte da banca os Profs. Drs. Daniela Uziel Rosental (UFRJ), Adriana da Cunha Faria Melibeu (UFF) e Alfred Sholl Franco (UFRJ).

 

 

Sete anos de atividades deo Museu Itinerante de Neurociências

14199706_10206646564184406_4584883820859686906_n

SETE ANOS DE ATIVIDADES DO MUSEU ITINERANTE DE NEUROCIÊNCIAS DIFUNDINDO E POPULARIZANDO AS NEUROCIÊNCIAS EM ESPAÇOS FORMAIS E NÃO FORMAIS DE ENSINO NOS MUNICIPIOS DO RIO DE JANEIRO E DA REGIÃO DO GRANDE RIO

Castro, V., Teixeira, L., Aranha, G., Anjos, D.H.S., Sholl-Franco, A.

Ciências e Cognição – Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN), Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro/RJ

Introdução: As neurociências têm muito a contribuir para a sociedade na construção dos conhecimentos em nosso dia-a-dia. Neste sentido, o Museu Itinerante de Neurociências (MIN) foi criado em 2009 por Ciências e Cognição – Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC–NuDCEN), um projeto de extensão do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF) da UFRJ, em colaboração com a Organização Ciências e Cognição (OCC). Desde 2010 este projeto tem desenvolvido várias atividades relacionadas à divulgação e ensino de neurociências.

Objetivos: O objetivo deste trabalho é apresentar o resultado de 7 anos de atividades do MIN na difusão e popularização das neurociências para o público em geral, durante o Dia do Cérebro em espaços formais e não formais de ensino.

Métodos: O MIN leva aos municípios do Rio de Janeiro e da região do Grande Rio um conjunto de atividades práticas e palestras. As inscrições das escolas são realizadas online a partir de um edital específico (www.cienciasecognicao.org/min). Após preenchimento dos formulários é feita a seleção dos locais a serem visitados conforme  critérios estabelecidos e a programação de cursos e atividades para o ano seguinte é divulgada (10-15 ações/ano). As atividades começam com os cursos de formação de mediadores (fevereiro/março) e continuam com as atividades relacionadas ao Dia do Cérebro. Cada atividade é precedida por visitas técnicas, organização das oficinas, recrutamento de voluntários, treinamento e planejamento para o dia do evento. Desenvolvemos, durante a visita técnica, um mapa de distribuição das oficinas (20-25/evento) de acordo com a disponibilidade de espaço e respeitando uma sequência lógica entre os conteúdos a serem abordados. O recrutamento de voluntários é feito por e-mail, mídias sociais (sites/blogs/facebook) e material impresso (panfletos/cartazes). Os participantes selecionados são distribuídos nas oficinas buscando uma proximidade com sua área de conhecimento e um treinamento é oferecido antes do evento começar.

Resultados: Entre fevereiro de 2010 e maio de 2016 realizamos 83 ações, totalizando aproximadamente 39.614 participantes, em atividades realizadas nos municípios do Rio de Janeiro e da Região do Grande Rio. Temos tido um crescente número de participantes desde o inicio das ações, tendo alcançado entre 7.500 e 7.900 participantes nos últimos três anos.

Conclusão: Os resultados apresentados demonstram que a cada ano alcançamos um número maior de participantes (alunos do ensino básico e público em geral) nas ações promovidas pelo MIN e que a crescente demanda pelas atividades (superiores a 15 vezes nossa capacidade de realização de ações) reforça o grande interesse da população e, em particular, do público escolar, por informações sobre as neurociências e sua aplicação em nosso dia-a-dia.

Apoio Financeiro: OCC, FAPERJ, PROEXT MEC/SESU, PR-5/UFRJ.

2016-xxxi-fesbe-castro-et-al-min-painel

Encontro Nacional de Popularização da Ciência & Tecnologia

Estão abertas as inscrições para o , organizado por Ciências e Cognição – Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN), polo UFF, sob a coordenação da Profa. Dra. Lucianne Fragel-Madeira.

O Encontro Nacional de Popularização da Ciência & Tecnologia fará um intercâmbio entre diversos setores da sociedade permitindo um ampla discussão de assuntos relacionados com a história, estado atual da arte e perspectivas da popularização da Ciência e Tecnologia em nosso país.

O evento é gratuito e acontecerá entre os dias 07 e 09 de novembro de 2012, no Auditório da Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói (RJ), e os interessados em participar tem até o dia 14 de outubro para realizar sua inscrição e submeter resumo.

O Encontro irá reunir nomes importantes da área no mundo acadêmico e profissional. A conferência de abertura será ministrada pelo Prof. Dr. Wainer da Silveira e Silva, Pró Reitor de Extensão da UFF, que irá abordar o tema “Extensão e a popularização da C&T”. Já confirmaram presença no evento: Leopoldo de Meis (UFRJ), Luisa Medeiros Massarani (Museu da Vida / Fiocruz), Carlos Wagner Costa Araújo (Associação Brasileira de Museus e Centros de Ciências), Eduardo de Campos Valadares (UFMG), que fará o lançamento da nova edição do livro “Física Mais que divertida”, Emílio Antônio Jeckel Neto (Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS), Monica Savedra (Assessora da FAPERJ), Eleonora Kurtenback (Espaço Ciência Viva), Maria de Fatima Brito Pereira (Casa da Ciência da UFRJ), Douglas Falcão (Museu de Astronomia e Ciências Afins – MAST), José Ribamar Ferreira (Ciência Móvel – Fiocruz), Grazielle Rodrigues Pereira (Espaço Ciência InterAtiva – IFRJ), Jane Faria (Ciência sobre rodas – UFRJ), Alfred Sholl Franco (Museu Itinerante de Neurociências), Monica Dahmouche (Fundação Cecierj), Cristina Delou (Faculdade de Educação da UFF e coordenadora da Escola de Inclusão).

As inscrições deverão ser feitas pelo site http://popcientec.wix.com/encontronacional

Encontro Nacional de Popularização da Ciência & Tecnologia