DESCRIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE INTERAÇÕES SOCIAIS VIRTUAIS NO JOGO THE SIMS

Autores

  • Samira Bissoli Saleme Escola de Ensino Superior São Francisco de Assis
  • Sávio Silveira de Queiroz Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Palavras-chave:

interação social, jogos eletrônicos, análise microgenética

Resumo

Resumo

O objetivo geral desse trabalho foi o de demonstrar a aplicabilidade da abordagem da Teoria das Trocas Sociais (TTS) de Piaget a estudos que envolvam a descrição e classificação de interações sociais ditas “virtuais”, especificamente no jogo computadorizado “The Sims®”.  O recurso metodológico foi a Análise Microgenética, O jogo foi escolhido pela viabilidade de simular situações sociais reais ocorridas em ambiente virtual e lúdico, muitas vezes difíceis de serem reproduzidas experimentalmente em contextos unicamente humanos. As interações entre os jogadores, os personagens e utensílios do ambiente de jogo foram classificadas por categorias criadas especificamente para esta pesquisa e, a partir das classificações, foram identificados os modos de operar dos participantes, visualizados por meio do Diagrama das Relações Interpessoais.  Nesse artigo, especificamente, apresentamos os resultados obtidos com um dos participantes, porém permitindo demonstrar que, ao menos no ambiente do jogo “The Sims”, há viabilidade de descrição das interações por meio da Teoria piagetiana de Trocas Sociais.

Palavras-chave: interação social, jogos eletrônicos, análise microgenética.

 

Abstract

This research had as general objective to demonstrate the applicability of the Piaget’s Theory of Social Change (TTS) to studies involving the description and classification of “virtual” social interactions, specifically in the computerized game called  “The Sims®”, using Microgenetic Analysis.. The option for this game came from the fact that it can turn viable the simulation of real social situations, which could be difficult to be reproduced experimentally. The interactions among the players, the created-characters and the game ambient utensils were classified in categories, created for this study and, from these classifications, participant’s ways of operation were identified, as well as relations among subjects interactions and Piaget’s interpersonal relations diagram. In this article, especiffically, from the analysis of the participant’s games, was evidenced the viability of social interactions description in the Piaget´s theory of social exchanges, at least in the game “The Sims”.

Key-words: social interaction, virtual reality; electronic games; microgenetic analysis.

Biografia do Autor

Samira Bissoli Saleme, Escola de Ensino Superior São Francisco de Assis

Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Cândido Mendes com Aperfeiçoamento em Saúde Mental pela Fiocruz. Graduada em Psicologia pela UFES e em Ciência da Computação pela FAESA. É docente de cursos de graduação e pós-graduação na área de Psicologia Educacional e áreas correlatas da Escola de Ensino Superior São Francisco de Assis, em Santa Teresa (ES).

Sávio Silveira de Queiroz, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1988); mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1995) e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (2000). Atuou como Presidente da Sociedade Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento - SBPD (atual ABPD), no período entre 2006 e 2008. Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFES 2002-2004. Atualmente é professor adjunto IV da Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais, no Departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento. Atual vice-coordenador do Programa Minter/Dinter - UFES/UNIVASF.

Publicado

2009-07-29

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles