A PRÁTICA DOCENTE NO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL E O ENSINO DE CIÊNCIAS: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Carlos Toscano Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Heloisa T. I. Saito Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Palavras-chave:

educação, trabalho docente, ensino fundamental, ensino de ciências.

Resumo

Resumo
O trabalho objetiva analisar como se configura o processo de implantação do primeiro ano do ensino fundamental de nove anos em quatro situações particulares. Especificamente focalizamos nossa atenção para a organização escolar, o planejamento e as ações de ensino previstas e/ou desenvolvidas no trabalho docente na área de Ciências. O estudo, apoiado no referencial teórico proposto por Bakhtin e Charlot, que situam nas práticas sociais a gênese do especificamente humano, destacando nesse processo o papel do outro e a mediação semiótica, envolveu quatro professoras que atuavam em três instituições privadas, sendo duas delas de Maringá e duas de Londrina, no estado do Paraná, no ano de 2007. Os resultados indicam que, embora se identifique uma falta de auxílio quanto à especificidade desse novo ano incorporado ao ensino fundamental no que se refere ao trabalho docente a ser desenvolvido, no geral, e ao ensino de Ciências, em particular, a atuação de cada profissional resultou de um modo especial de articulação de diferentes fatores que se influenciaram mutuamente: o grupo de crianças, a pressão dos pais, os recursos disponíveis, o conhecimento e as experiências anteriores e em elaboração e o contexto específico da escola.
Palavras-chave: educação; trabalho docente; ensino fundamental; ensino de ciências.

Abstrat
The study aims to examine how to configure the deployment of the first year of elementary school for nine years in four particular situations. Specifically we focus our attention to the school organization, planning and actions of education provided and / or developed in the teaching in the sciences. The study, based in the theoretical framework proposed by Bakhtin and Charlot, which social practices situated in the genesis of specific human, highlighting the role of this process and other semiotic mediation, which involved four teachers working in three private institutions, two of them Maringá and two of Londrina, state of Paraná, in the year 2007. The results indicate that in spite of a lack of aid on the specificity of this new year into the basic education regarding the teaching work being done in general and the teaching of science, in particular, the performance of each professional resulted in a special combination of different factors that influence each other: the group of children, pressure from parents, resources, knowledge and previous experience in development and specific context of school.
Keywords: education; work educational; fundamental teaching; teaching of sciences.

Biografia do Autor

Carlos Toscano, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), na área Formação de Professores. Atua como Docente no Departamento de Educação (UEL), como Pesquisador do Grupo AULA; Trabalho Docente na Formação Inicial (UNICAMP) e como líder do Grupo de Pesquisa Escola e Formação (UEL). Endereço para correspondência: Rodovia Celso Garcia Cid, km 380, Campus Universitário, Londrina, Pr, CEP 86055 900.

Heloisa T. I. Saito, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Doutoranda em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Atua como Docente do Departamento de Educação e como Pesquisadora do Grupo Escola e Formação (UEL). Endereço para correspondência: Rodovia Celso Garcia Cid, km 380, Campus Universitário, Londrina, Pr, CEP 86055 900.

Publicado

2009-08-09

Como Citar

Toscano, C., & Saito, H. T. I. (2009). A PRÁTICA DOCENTE NO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL E O ENSINO DE CIÊNCIAS: UM ESTUDO DE CASO. Ciências & Cognição, 14(2). Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/138

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles