AVITAE: DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE DE MODELAGEM COMPUTACIONAL PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

Autores

  • André Suppa Thomaz Pereira Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Fábio Ferrentini Sampaio Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Palavras-chave:

modelagem computacional, simulação de sistemas, vida artificial, dinâmica populacional, ciências biológicas, ensino de biologia

Resumo

Resumo
Modelos de vida artificial têm sido utilizados por pesquisadores nas áreas de engenharia, física, biologia e computação gráfica, contribuindo para o avanço do conhecimento humano sobre a natureza e sobre si mesmo. Nessa perspectiva, torna-se necessária uma análise dessa tecnologia no contexto educacional do ensino de Biologia. Visando a utilização pelo professor da modelagem computacional em aula, são analisados diferentes ferramentas de modelagem que utilizam conceitos de vida artificial. Os programas Scratch, Modelab2 e AutCel-RCO, são utilizados para simular um ecossistema, identificando a dependência existente entre os seus componentes bióticos e suas relações alimentares, permitindo a construção de esquemas representativos de cadeias ou teias alimentares. O estudo possibilitou identificar um conjunto de funcionalidades desejáveis para as ferramentas de modelagem computacional no suporte ao ensino de biologia.

Palavras-chave: modelagem computacional; simulação de sistemas; vida artificial; dinâmica populacional; ciências biológicas; ensino de biologia.

Abstract
Models of artificial life have been used for researchers in the areas of engineering, physics, biology and computer graphics, contributing for the advance of the human knowledge about the nature. In this perspective, an analysis of this technology in the educational context of the education of Biology becomes necessary. Aiming at the participation of the teacher in the use of computational modeling in classes, different modeling tools that use concepts of artificial life. The programs Scratch, Modelab2 and Autcel-RCO, are used to simulate an ecosystem, identifying the existing dependence between its biological components and its alimentary relations, allowing to the construction of representative projects of food chains. The study made possible to identify a set of desirable functionalities to support the use of computational modeling in biology education.

Keywords: computational modeling; systems simulation; artificial life; population dynamics; biological sciences; biology education.

Biografia do Autor

André Suppa Thomaz Pereira, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Biólogo e Analista de Sistemas, Mestrando (PPGI, IM-NCE, UFRJ). Endereço para correspondência: IM-NCE/UFRJ, Caixa Postal 2324, Rio de Janeiro, RJ, 20.001-970, Brasil. Telefones para contato: 55-021-2598-3227 ou 55-021-8104-3111

Fábio Ferrentini Sampaio, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduado em Informática (UFRJ), Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação (UFRJ), Doutor em Ciências e Tecnologia (University of London). Atua como Analista de Sistemas (IM-NCE/UFRJ) e Professor do Programa de Pós-Graduação em Informática (IM-NCE/UFRJ). Endereço para correspondência: NCE/UFRJ, Caixa Postal 2324, Rio de janeiro, RJ, 20.001-970, Brasil. Telefones para contato: 55-021-2598-3117 ou 55-021-8661-1110.

Como Citar

Pereira, A. S. T., & Sampaio, F. F. (1). AVITAE: DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE DE MODELAGEM COMPUTACIONAL PARA O ENSINO DE BIOLOGIA. Ciências & Cognição, 13(2), 51-70. Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/219

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles