REFLEXÕES SOBRE PALAVRA, SENTIDO E MEMÓRIA EM FREUD E SAUSSURE

Autores

  • Coraci Helena do Prado Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Palavras-chave:

linguagem, inconsciente, Freud, Saussure

Resumo

<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:SimSun; panose-1:2 1 6 0 3 1 1 1 1 1; mso-font-alt:??; mso-font-charset:134; mso-generic-font-family:auto; mso-font-format:other; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1 135135232 16 0 262144 0;} @font-face {font-family:"\@SimSun"; panose-1:0 0 0 0 0 0 0 0 0 0; mso-font-charset:134; mso-generic-font-family:auto; mso-font-format:other; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1 135135232 16 0 262144 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:SimSun; mso-fareast-language:ZH-CN;} @page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} -->

Resumo

Este ensaio apresenta um estudo acerca de palavra, sentido e memória em Freud e Saussure. Trata-se de uma reflexão sobre as relações que tais elementos, no interior de cada corpo teórico, estabelecem entre si, com a linguagem e com a realidade externa; e ainda sobre em que aspectos e em que medida as teorias dos dois autores aproximam-se e/ou se afastam. Resulta desse estudo que são possíveis algumas aproximações entre os elementos da psicologia freudiana e os da lingüística saussuriana, concernentes à sustentação da distinção filosófica entre a palavra e a coisa, contida na noção de representação; à associação de elementos psíquicos no processo de representação, quais sejam, uma imagem acústica e um conceito ou uma imagem visual; ao pressuposto tanto de fechamento do sentido no limite da palavra quanto de abertura, seja das associações mentais, seja das representações objectuais. Mas, sobretudo, destacam-se diferenças, que dizem respeito ao tipo de relação entre os processos fisiológicos e os psíquicos: paralelos e simultâneos, na representação freudiana; independentes e em seqüência temporal, na representação saussuriana; e, principalmente, às concepções essencialmente distintas de inconsciente nos processos psíquicos de associação: um lugar psíquico onde as associações se realizam, para Freud; o modo como uma palavra suscita outras no processo, para Saussure.

 

Abstract

This paper presents a study regarding word, meaning and memory in Freud and Saussure. It is a reflection on the relationship that such elements, inside each theoretical basis, set among themselves, with language and the external reality. It is also focused on the extent to which the two authors’ theories are close or fall apart. The results show that some nearness is possible between the Freudian Psychology and the Saussurian Linguistics, concerning the support for the philosophical distinction between the word and the thing, contained in the notion of representation; the association of psychic elements in the process of representation, that is, an acoustic image and a concept or a visual image; the assumption either of enclosure of meaning in the limit of the word or of openness, either of mental associations or of objectual representations. Nevertheless, some differences emerge, regarding the sort of relationship between the physiological and psychic processes: parallel and simultaneous, in the Freudian representation; independent and in a temporal sequence, in the Saussurian representation; and, mainly, differences concerning the essentially distinct conceptions of unconscious in the association psychic processes: a psychic place where associations are realized, according to Freud; a way in which a word evokes others in the process, according to Saussure.

Biografia do Autor

Coraci Helena do Prado, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Graduada em Comunicação Social/Relações Públicas na Universidade Federal de Goiás - UFG (1981). Graduada em Letras Português na Universidade Federal de Goiás/ Campus de Jataí - UFG/CAJ (1999). Especialista em Educação Brasileira pela Universidade Federal de Goiás - UFG (1995). Mestre em Lingüística pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU (2003). Doutoranda em Lingüística Aplicada na Universidade Estadual de Campinas/Instituto de Estudos da Linguagem - UNICAMP/IEL. Professora titular da Universidade Federal de Goiás/Campus de Jataí - UFG/CAJ. Tem experiência na área de Letras e Lingüística; atua na área de língua materna.

Publicado

2009-03-29

Como Citar

Prado, C. H. do. (2009). REFLEXÕES SOBRE PALAVRA, SENTIDO E MEMÓRIA EM FREUD E SAUSSURE. Ciências & Cognição, 14(1), pp. 195-207. Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/36

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles