O PROCESSO DE MEMÓRIA EM JOVENS: O EFEITO DO USO DO COMPUTADOR

Paula Mariza Zedu Alliprandini, Sandra Luzia Wrobel Straub, Elisangela Brugnera, Tânia Pitombo de Oliveira

Resumo


Resumo

O objetivo desta pesquisa foi investigar o efeito do uso do computador no processo de memória em participantes da faixa etária de 11 a 14 anos de idade. A condição memória envolveu as fases de aquisição da informação e do relembrar, nos intervalos de tempo (2 min, 24 horas e 1 semana) nas situações de pré e pós-teste (antes e após os participantes terem participado do Curso de Informática Básica). Nesta condição, os participantes estudavam o mapa do Brasil durante 7 minutos e as estimativas das diferentes áreas dos estados do Brasil foram realizadas de acordo com o método de estimação de magnitudes, sem a presença do mapa. Na condição perceptiva, as estimativas foram feitas na presença do mapa do Brasil. Através da análise de variância, os resultados evidenciaram diferenças significativas entre as condições experimentais, sendo que a Condição Experimental Perceptiva se diferenciou das demais condições. A análise da condição memória no intervalo de uma semana apresentou diferença significativa entre a situação do pré e pós-teste. Estes dados poderão contribuir na área educacional, na medida em que possibilita ao educador conhecer a forma como o aluno processa e arquiva as informações, incentivando assim o uso do computador como ferramenta pedagógica para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem. © Cien. Cogn. 2010; Vol. 15 (2): 021-030.

Palavras-chave: memória; educação; computador; função-potência.

 

Abstract

The objective of this research was to investigate the effect of computer use on the memory process in participants from 11 to 14 years old. The memory condition involved the acquisition of information and remembering phases in the time intervals (2 min., 24 hours and 1 week) in situations of pre-and post-test (before and after participants had attended the basic computing course). In this condition, participants studied the map of Brazil for 7 minutes and estimates of the different areas of the States of Brazil were made in accordance with the method of estimation of magnitudes, without the presence of the map. In the perceptual condition, estimates have been made in the presence of a map of Brazil. Following the use of an analysis of variance, the results revealed significant differences between the experimental conditions, and that the experimental perceptual condition was differentiated from other conditions. The analysis of one week memory condition showed significant differences between the pre-test and post-test situation. These data could contribute in the educational area, in the sense that it enables the educator to know how the student processes and archives information, thus encouraging the use of a computer as a pedagogical tool for the improvement of the teaching-learning process. © Cien. Cogn. 2010; Vol. 15 (2): 021-030.

Keywords: memory; education; computer; power function.


Palavras-chave


memória; educação; computador; função-potência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________

Endereço postal

Ciências e Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

Contato Principal

Editors (Dr. Glaucio Aranha / Dr. Alfred Sholl-Franco)
Ciências e Cognição - Editors-in-chief

Ciências & Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

E-mails:

revista@cienciasecognicao.org (principal)
cienciasecognicao@gmail.com (alternativo)


E-mail: revista@cienciasecognicao.org

Contato de Suporte

Comunication Office
E-mail: revista@cienciasecognicao.org