A MEDIAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE CONHECIMENTO EM DEFICIENTES VISUAIS

Autores

  • Claudia Pinto Pereira Sena Departamento de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, Bahia, Brasil

Palavras-chave:

Mediação, Deficiente visual, Conhecimento, Representação Mental, Percepção Visual

Resumo

Resumo

O objetivo desse ensaio é apresentar as inquietações sobre como são construídos e representados os conhecimentos pelos deficientes visuais. A percepção de quem escreve é de um vidente, e por isso ainda maior a busca por algumas respostas e/ou novas perguntas. A investigação tem como objetivo refletir sobre a utilização da mediação, em especial o método do quarto excluído, no processo de construção de conceitos, em todos os seus níveis, desde o mais simples até o mais abstrato, em pessoas que apresentem problemas visuais (cegueira total ou visão subnormal), assim como iniciar uma discussão sobre o significado de representação mental e percepção visual, tanto para os videntes quanto para os deficientes visuais. Busca-se, com a continuidade do trabalho, ampliar a pesquisa para um grupo maior de deficientes visuais, proporcionando um diálogo mais constante que permita a observação do cotidiano dessas pessoas, as dificuldades enfrentadas, as habilidades desenvolvidas e a percepção de mundo. © Cien. Cogn. 2011; Vol. 16 (1): 035-048.

Palavras-chave: mediação; deficiente visual; conhecimento, representação mental, percepção visual.

Abstract

The aim of this paper is to present the concerns about how the knowledge is constructed and represented by the blind. The perception of the writer is a seer, and thus further the search for some answers and/or new questions. The research aims to reflect on the use of mediation, especially the method of the fourth excluded in the process of building concepts on all levels, from the simplest to the most abstract, in people who have visual impairments (total blindness or low vision) and start a discussion about the meaning of mental representation and visual perception, both for sighted and for the visually impaired. Search itself, with the continuity of work, extend the search to a larger group of visually impaired, providing a more constant dialogue enabling the observation of the daily life of these people, the difficulties, the skills developed and the perception of the world. © Cien. Cogn. 2011; Vol. 16 (1): 035-048. 

Keywords: collaborative learning; PBL; visual deficiency; knowledge.

Biografia do Autor

Claudia Pinto Pereira Sena, Departamento de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, Bahia, Brasil

Professora Assistente do Departamento de Ciências Exatas, da Área de Informática da Universidade Estadual de Feira de Santana. Doutorando no programa de Pós-Graduação Multidisciplinar e Multiinstitucional em Difusão do Conhecimento (UFBA, UEFS, CIMANTEC, IFBA, LNCC, UNEB).

C.P.P. Sena - Rua Sabino Silva, 1071, Edifício Residencial Isaura, 301, Ponto Central, Feira de Santana, Bahia, Brasil. E-mail para correspondência: caupinto.sena@gmail.com.

Publicado

2011-04-12