FATORES PSICOFISIOLÓGICOS NA TERAPIA DE REPOSIÇÃO HORMONAL EM HOMENS

Autores

  • Ana Carolina M. Molle Ciências e Cognição - Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN-UFRJ) Organização Ciências e Cognição (OCC) Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Ivna C. N. Matheus Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Jeane R. Lucena Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Lianna Nunes Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Lívia S. Oliveira Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Alfred Sholl-Franco Ciências e Cognição - Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN-UFRJ) Organização Ciências e Cognição (OCC)

Palavras-chave:

andropausa, testosterona, terapia de reposição hormonal, cognição, andropause, testosterone, hormonal reposition therapy, cognition

Resumo

O presente estudo buscou revisar alguns aspectos relacionados com a andropausa e com a reposição hormonal masculina. Entretanto, a literatura existente ainda não conseguiu estabelecer certezas devido à variabilidade de expressão da andropausa e à falta de sintomas específicos, além das correlações encontradas entre os níveis de testosterona e os sintomas serem ainda pouco significativas. Entre tais sintomas, pode-se dar ênfase à disfunção sexual, aumento da proporção de gordura corporal, diminuição de massa muscular, depressão, entre outros. A terapia de reposição hormonal é um tratamento que leva a uma melhora na ocorrência de alguns destes sintomas, porém não é indicada a todo paciente, já que é recomendável estabelecer um balanço individual entre benefícios e possíveis efeitos colaterais. © Ciências & Cognição 2004; Vol. 03: 04-09. 

 

This study aimed to explain some aspects related to andropause and to male hormonal reposition therapy. However, the current scientific literature does not establish definitive concepts due to andropause expression variability and to absence of specific symptoms, as well as to considered yet non-relevant correlation between testosterone levels and symptoms. Among the symptoms can be emphasize the sexual dysfunction, increase of corporal fat proportion, decrease of muscle mass, depression, and others. Hormonal reposition therapy treatment may improve significantly the simptons, but it is not recommended to all patients since it is recommended to establish a case by case balance between benefits and possible non expected adverse effects. © Ciências & Cognição 2004; Vol. 03: 04-09. 

Biografia do Autor

Ana Carolina M. Molle, Ciências e Cognição - Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN-UFRJ) Organização Ciências e Cognição (OCC) Instituto de Psicologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduanda do Curso de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Alfred Sholl-Franco, Ciências e Cognição - Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências (CeC-NuDCEN-UFRJ) Organização Ciências e Cognição (OCC)

Biólogo (FAMATh), Especialista em Neurobiologia (UFF), Mestre e Doutor em Ciências (UFRJ). Atua como Professor no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF – UFRJ) e Coordenador do Núcleo de Neurociências e Ciências da Saúde do Instituto de Ciências Cognitivas (ICC).

Publicado

2011-02-14

Como Citar

Molle, A. C. M., Matheus, I. C. N., Lucena, J. R., Nunes, L., Oliveira, L. S., & Sholl-Franco, A. (2011). FATORES PSICOFISIOLÓGICOS NA TERAPIA DE REPOSIÇÃO HORMONAL EM HOMENS. Ciências & Cognição, 3, págs. 04 - 09. Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/470

Edição

Seção

Revisões de Literatura / Literature Reviews