A transtextualidade em algumas obras de Italo Calvino: o fio do desejo poderia cerzir os intertextos de autor e leitor?

Sandra Maria Braum

Resumo


O presente artigo contém algumas definições sobre a transtextualidade e intertextualidade. Utilizando algumas obras selecionadas de Italo Calvino, procura-se exemplificar esses conceitos e relacioná-los ao conceito de biblioteca universal ou de Biblioteca de Babel de Jorge Luis Borges. Nas obras selecionadas de Italo Calvino também são destacados alguns tipos de leitores, os quais são definidos de acordo com o seu desejo. A partir desta tipificação dos leitores é posta em questão a necessidade do desejo para desvendar os intertextos. A existência desse desejo permitiria um enriquecimento na leitura, na informação e no conhecimento.  © Ciências & Cognição 2006; Vol. 08: 153-164.

Palavras-chave


transtextualidade; intertextualidade; desejo; conhecimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________

Endereço postal

Ciências e Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

Contato Principal

Editors (Dr. Glaucio Aranha / Dr. Alfred Sholl-Franco)
Ciências e Cognição - Editors-in-chief

Ciências & Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

E-mails:

revista@cienciasecognicao.org (principal)
cienciasecognicao@gmail.com (alternativo)


E-mail: revista@cienciasecognicao.org

Contato de Suporte

Comunication Office
E-mail: revista@cienciasecognicao.org