Entre senso comum e ciência: o conhecimento híbrido do jornalismo

Liriam Sponholz

Resumo


Neste artigo, pretende-se discutir o jornalismo como tipo de processo de conhecimento. Ao contrárioda tese de que o jornalismo não seria ciência, porque pertence ao senso comum, parte-se dopressuposto de que o jornalismo não é nem senso comum nem ciência. Para isso, avalia-se o que éconhecimento e o que caracteriza tipos clássicos como a ciência e o senso comum. Em seguida,analisa-se o que diferencia e o que assemelha o jornalismo a estas duas formas clássicas deconhecimento. © Ciências & Cognição 2007; Vol. 10: 02-14.

Palavras-chave


conhecimento; jornalismo; ciência; senso comum

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




____________

Endereço postal

Ciências e Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

Contato Principal

Editors (Dr. Glaucio Aranha / Dr. Alfred Sholl-Franco)
Ciências e Cognição - Editors-in-chief

Ciências & Cognição
A/C Prof. Dr. Alfred Sholl Franco

Sala G0-015, Bloco G, Centro de Ciências da Saúde.
Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho.
Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Av. Carlos Chagas Filho S/N - Cidade Universitária
Ilha do Fundão - Rio de Janeiro, RJ 21.941-902, Brasil.

E-mails:

revista@cienciasecognicao.org (principal)
cienciasecognicao@gmail.com (alternativo)


E-mail: revista@cienciasecognicao.org

Contato de Suporte

Comunication Office
E-mail: revista@cienciasecognicao.org