DO DIVÃ À NEUROPSICANÁLISE: ALGUNS CASOS CLÍNICOS À LUZ DA TEORIA FREUDIANA

Autores

  • Josiane Cristina Bocchi Pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Brasil. Professora Colaboradora do Departamento de Psicologia (UFSCar).
  • Daniel Manzoni de Almeida Sociedade Paulista de Psicanálise, São Paulo, SP, Brasil

Palavras-chave:

Freud, neuropsicanálise, neurociências, estudo de caso, narcisismo

Resumo

Dentre as principais questões endereçadas à psicanálise contemporânea, uma boa parte dos temas diz respeito ao papel da psicanálise frente às neurociências, e à presença cada vez mais frequente de conceitos psicodinâmicos em modelos neurobiológicos sobre a mente e o cérebro. Há diversos artigos científicos recentes que se apoiam em recursos de neuroimagem para propor aproximações entre alguns conceitos freudianos clássicos e determinados resultados empíricos. Alguns estudos até propõem uma junção entre as duas áreas, o que tem gerado polêmicas. Este artigo discute o surgimento da Neuropsicanálisee o que ela representa nesse debate. Para traçar uma reflexão inicial sobre a proposta neuropsicanalítica, relatamos alguns de seus procedimentos clínicos em associação com o método psicanalítico de investigação do inconsciente e as concepções freudianas de melancolia e narcisismo. © Cien. Cogn. 2013; Vol. 18 (1): 057-069.

Palavras-chave: Freud; neuropsicanálise; neurociências; estudo de caso, narcisismo.

 

Abstract

Among the main issues addressed to the contemporary psychoanalysis, a great part of the themes concerns the role of psychoanalysis face to neurosciences and also to the increasing presence of psychodynamic concepts trenched on neurobiological models about the mind and the brain. There is a profusion of scientific articles that rely on neuroimaging in order to propose approaches among classical freudian concepts with some empirical outcomes. An amount of researches even indicate the junction of these two fields and as a consequence, that has raised some polemics. This article discusses the apparence of neuropsychoanalysis and also reverberates what it represents in this current debate. To draft an initial reflexion about the aim of this approach, it is reported some of the clinical procedures associated with the psychanalytical method of the investigation of the unconscious. © Cien. Cogn. 2013; Vol. 18 (1): 057-069.

Keywords: Freud, Neuropsychoanalysis, Neurosciences; study case; narcissism.

Biografia do Autor

Josiane Cristina Bocchi, Pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Brasil. Professora Colaboradora do Departamento de Psicologia (UFSCar).

J. C. Bocchi, Psicóloga pela USP (1999), Mestre em Ciências Psicológicas (USP, 2005), Doutora em Filosofia (UFSCar/São Carlos, 2010), na área de concentração epistemologia da psicologia e da psicanálise. Ter doutorado sanduíche na Universidade de Paris 7, França (École Doctorale "Recherches en Psychopathologie et Psychanalyse, 2008-2009). Atualmente, é pesquisadora em pós-doutoramento em Psicologia (UFSCar) e docente colaboradora do Departamento de Psicologia (UFSCar). Tem experiência profissional em psicoterapia psicanalítica e sua linha de pesquisa inclui psicopatologia clínica, fundamentos da psicanálise, metapsicologia freudiana e a interface entre psicanálise e neurociências.

Daniel Manzoni de Almeida, Sociedade Paulista de Psicanálise, São Paulo, SP, Brasil

D. Manzoni-de-Almeida, é graduado em Ciências Biológicas, Mestre em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (USP) e Doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) & Universidade da Pensilvânia (UPENN-USA), estudante de Psicanálise da Sociedade Paulista de Psicanálise, atualmente é pos-doutorando no Instituto Butantan, SP, Brasil.

 

Publicado

2013-04-30

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles