O DESEMPENHO COGNITIVO DE SURDOS EM SITUAÇÃO DE JOGOS DE APRENDIZAGEM

Autores

  • Hamilton Viana Chaves UNIFOR/IFCE

Palavras-chave:

jogos, aprendizagem mediada, surdez, cognição.

Resumo

A pesquisa apresentada sedimentou-se em três grandes campos de estudo: os processos mediacionais e cognitivos envolvidos nas situações de ensino e aprendizagem, os jogos e a surdez. Investigou-se como se daria o desempenho cognitivo de surdos quando estes construíam conhecimento mediado por jogos. Objetivou-se compreender o funcionamento cognitivo de sujeitos surdos, quando auxiliados por jogos em situação de ensino e aprendizagem. Para tanto, foram analisadas as produções linguísticas de surdos em interação decorrentes de processos de ensino e aprendizagem facilitados por jogos; descreveu-se a gênese dos processos de construção de conhecimento e formulou-se uma síntese explicativa da formação de sentidos surgidos mediante processos de ensino e aprendizagem, facilitados por jogos. O estudo foi realizado com alunos de dois centros de atendimento a surdos. Verificou-se que no campo do pensamento lógico e matemático a experiência mental foi um importante recurso utilizado pelos alunos surdos nas estratégias de solução de problemas. Os achados indicaram que o curso do funcionamento cognitivo dos sujeitos foi decisivamente comprometido pelo conjunto de experiências corporais oriundas de suas interações cotidianas, licenciadas pelo uso das línguas de sinais.

Biografia do Autor

Hamilton Viana Chaves, UNIFOR/IFCE

Doutor em Educação, Mestre em Psicologia, Especialista em Psicopedagogia. Professor do Curso de Psicologia da Unifor e Psicólogo do IFCE.

Publicado

2014-07-31

Como Citar

Chaves, H. V. (2014). O DESEMPENHO COGNITIVO DE SURDOS EM SITUAÇÃO DE JOGOS DE APRENDIZAGEM. Ciências & Cognição, 19(2). Recuperado de http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/873

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles