RELAÇÃO SIMBIÓTICA MÃE-FILHO E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM

Autores

  • Carolina Ferreira Barros Klumpp Centro Universitário FIEO-UNIFIEO
  • Leda Maria Codeço Barone Centro Universitário FIEO-UNIFIEO
  • Márcia Siqueira de Andrade Centro Universitário FIEO-UNIFIEO

Palavras-chave:

Vínculo, simbiose, relação vincular, ensino-aprendizagem, família

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo principal compreender as relações existentes entre o vínculo simbiótico patológico entre mãe/filho e o processo de aprendizagem da criança, cuja hipótese incidia na importância do rompimento desse vínculo para o favorecimento da aprendizagem. Participaram da pesquisa 16 estagiários do Curso de Graduação em Psicopedagogia que atendiam pacientes com dificuldades de aprendizagem na Clínica-Escola do Centro Universitário FIEO. Cada estagiário respondeu 3 questionários contendo perguntas referente à caracterização dos pacientes atendidos na clínica; às suas percepções acerca do tipo de vínculo estabelecido entre mãe-filho percebido na anamnese; e as modalidades de aprendizagem patológicas dos pacientes, totalizando 48 questionários coletados. Os dados foram descritos e relacionados aos objetivos propostos na análise realizada. Os resultados principais sugerem que o vínculo simbiótico patológico entre mãe/criança é apenas um fator presente em crianças com dificuldades de aprendizagem, mas não um fator determinante. Há necessidade de realização de estudos comparativos para estudar a problemática.

Palavras-chave: Vínculo; ensino-aprendizagem; família.  

Biografia do Autor

Carolina Ferreira Barros Klumpp, Centro Universitário FIEO-UNIFIEO

C. F. B. Klumpp é graduada em Psicopedagogia (UNIFIEO), Mestre em Psicologia Educacional (UNIFIEO) e Doutoranda em Psicologia Educacional (UNIFIEO). Atualmente é Bolsista Capes.

Leda Maria Codeço Barone, Centro Universitário FIEO-UNIFIEO

L. M. C. Barone é graduada em Pedagogia (PUC-SP), especialista em Psicanálise (Instituto Sedes Sapientiae), Mestre em Psicologia Escolar (USP) e Doutora em Psicologia Escolar (USP). Atualmente é docente, orientadora e pesquisadora do Centro Universitário FIEO-UNIFIEO.

Márcia Siqueira de Andrade, Centro Universitário FIEO-UNIFIEO

M. S de Andrade é Mestre em Psicologia da Educação (PUC-SP) e Doutora em Psicologia da Educação (PUC-SP). Atualmente é Professora titular e Coordenadora do Programa de Graduação e Pós-Graduação em Psicopedagogia e Psicologia Educacional (Mestrado e Doutorado) do Centro Universitário FIEO-UNIFIEO.

Publicado

2017-06-30

Como Citar

Klumpp, C. F. B., Barone, L. M. C., & Andrade, M. S. de. (2017). RELAÇÃO SIMBIÓTICA MÃE-FILHO E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM. Ciências & Cognição, 22(1). Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1353

Edição

Seção

Estudo de Caso / Case Study