VERIFICAÇÃO DO PROGRESSO NO DESENVOLVIMENTO EM CRIANÇAS SUBMETIDAS À INTERVENÇÃO DE ATENÇÃO PRECOCE

Autores

  • Natália Rosot Universidade Federal do Paraná
  • Bárbara Saur Universidade Federal do Paraná
  • Juliana Werckmeister Thomazini Universidade Federal do Paraná
  • Beatriz Valentim Santos Universidade Federal do Paraná
  • Caroline da Silveira Schlossmacher Universidade Federal do Paraná
  • Viviane dos Reis Drapier Universidade Federal do Paraná
  • Tatiana Izabele Jaworski de Sá Riechi Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

atenção precoce, desenvolvimento infantil, avaliação cognitivo-comportamental

Resumo

Este trabalho teve como objetivo identificar o progresso no desenvolvimento de crianças antes e após programa de intervenção e atenção precoce em um Centro de Educação Infantil localizado na cidade de Curitiba, estado do Paraná.  Para isso, foram realizadas avaliações cognitivo-comportamentais através da Escala Bayley de Desenvolvimento III antes e após procedimentos de intervenção parental e escolar referentes à estimulação para um desenvolvimento adequado. A Variável Progresso (VP) é resultado da diferença entre a idade de desenvolvimento e a idade cronológica, dividido pela idade cronológica e multiplicado por 100. Esta Variável foi utilizada para comparar o desempenho antes e a após os procedimentos de intervenção. As diferenças nos índices da VP nos domínios cognitivo, linguagem receptiva e linguagem expressiva foram significativas. Nos domínios motricidade fina e motricidade grossa essa diferença não foi encontrada. Os resultados indicaram que a intervenção foi eficiente em prevenir riscos de desenvolvimento nos domínios de cognição, linguagem receptiva e linguagem expressiva. Desta forma, a intervenção e atenção precoce parecem ser um conjunto de ações importantes para a minimização de riscos e potencialização do desenvolvimento adequado da criança.

Biografia do Autor

Natália Rosot, Universidade Federal do Paraná

graduada em Psicologia (Universidade Estadual de Londrina) e Mestranda em Psicologia (Universidade Federal do Paraná).

Bárbara Saur, Universidade Federal do Paraná

Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná

Juliana Werckmeister Thomazini, Universidade Federal do Paraná

Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná

Beatriz Valentim Santos, Universidade Federal do Paraná

Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná

Caroline da Silveira Schlossmacher, Universidade Federal do Paraná

Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná

Viviane dos Reis Drapier, Universidade Federal do Paraná

Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná

Tatiana Izabele Jaworski de Sá Riechi, Universidade Federal do Paraná

Graduada em Psicologia (Universidade Federal do Paraná), Mestre em Educação (Universidade Federal do Paraná), Doutora em Ciências Médicas (Universidade Estadual de Campinas) e possui Pós Doutorado em Psicologia Evolutiva e da Educação (Universidade de Murcia). Atua como Professora Titular no Departamento de Psicologia (Universidade Federal do Paraná).

Publicado

2018-12-31

Como Citar

Rosot, N., Saur, B., Thomazini, J. W., Santos, B. V., Schlossmacher, C. da S., Drapier, V. dos R., & Riechi, T. I. J. de S. (2018). VERIFICAÇÃO DO PROGRESSO NO DESENVOLVIMENTO EM CRIANÇAS SUBMETIDAS À INTERVENÇÃO DE ATENÇÃO PRECOCE. Ciências & Cognição, 23(2). Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1452

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles