A INFLUÊNCIA DA BAIXA ESTATURA SOBRE AS REPRESENTAÇÕES PSICOSSOCIAIS E A UTILIZAÇÃO DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO

Autores

  • Alfred Sholl-Franco Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Ana Gabriela B. Prado
  • Camila D. Gerassi
  • Carmen T. Catunda
  • Cláudia B.S. Araujo
  • Débora R. Tinoco
  • Roberto N. P. Gimena
  • Vanice Maria da Silva

Palavras-chave:

estatura, altura, representações psicossociais, filosofia, comportamento social, hormônio do crescimento

Resumo

Resumo

Esta revisão tem por objetivo problematizar os aspectos psicossociais do tratamento de reposição do hormônio do crescimento (GH) de forma a avaliar a extensão de sua validade. Para isso fizemos um paralelo entre a facilidade atual de aquisição desse tratamento e a sua necessidade. Foi observado que essa última está diretamente envolvida com a existência de um padrão socialmente valorizado e discriminante quanto ao fenótipo da pessoa, mesmo quando os pacientes são saudáveis. Pessoas de estatura abaixo da considerada ideal, mesmo sem nenhuma deficiência, buscam tratamento com esse hormônio por medo de sofrem algum estigma. Com isso, há uma maior incidência de expectativa e frustração dos indivíduos em relação à sua própria altura e ao tratamento, o qual nem sempre resulta no esperado.

Abstract


The aim of this review is explore the psychosocial aspects of height and the growth hormone (GH) replacement treatment in order to judge the extension of the validity of the latter. For that we juxtaposed the accessibility to this treatment and the necessity involved, and it was observed that this necessity is a direct consequence of an existing socially valued standard of height and of prejudice against height outside this standard, even when the person is healthy. People with heights below this standard search for this treatment for fear of suffering some kind of stigmatization, even when they have no hormone deficiency. Thus, more people are exposed to the expectations and frustrations involved in the treatment as it does not always have the expected results.

Publicado

2009-03-28

Como Citar

Sholl-Franco, A., Prado, A. G. B., Gerassi, C. D., Catunda, C. T., Araujo, C. B., Tinoco, D. R., Gimena, R. N. P., & Silva, V. M. da. (2009). A INFLUÊNCIA DA BAIXA ESTATURA SOBRE AS REPRESENTAÇÕES PSICOSSOCIAIS E A UTILIZAÇÃO DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO. Ciências & Cognição, 2. Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/30

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles