Fenômeno religioso: uma perspectiva antropológica e psicológica

Autores

  • Maurício Aranha Médico pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Especialista em Neurociência e Saúde Mental pelo Instituto de Neurociências y Salud Mental da Universidade da Catalunya. Atua como Pesquisador do Núcleo de Psicologia e Comportamento do ICC.

Palavras-chave:

antropologia, psicologia analítica, narrativa, modernidade, globalização

Resumo

Este estudo tem por finalidade a discussão do fenômeno religioso por um viés interdisciplinar, envolvendo o pensamento antropológico de Otávio Velho e a psicologia analítica de Jung, tendo por foco os fenômenos sociais e a dimensão ideológica em busca do aprimoramento epistemológico. © Ciências & Cognição 2005; Vol. 06: 44-50

Biografia do Autor

Maurício Aranha, Médico pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Especialista em Neurociência e Saúde Mental pelo Instituto de Neurociências y Salud Mental da Universidade da Catalunya. Atua como Pesquisador do Núcleo de Psicologia e Comportamento do ICC.

Médico pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Especialista em Neurociência e Saúde Mental pelo Instituto de Neurociências y Salud Mental da Universidade da Catalunya. Atua como Pesquisador do Núcleo de Psicologia e Comportamento do ICC.

Publicado

2011-02-24

Como Citar

Aranha, M. (2011). Fenômeno religioso: uma perspectiva antropológica e psicológica. Ciências & Cognição, 6. Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/541

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles