Oposición y pragmatismo: el comportamiento de la prensa escrita en una elección presidencial

Autores

  • Alfredo Ascanio Guevara Departamento de Ciências Econômicas e Administrativas, Universidade Simón Bolívar, Caracas, Venezuela / Professor Titular

Palavras-chave:

análise do conteúdo, agenda de jornais, eleição presidencial, intenção do voto

Resumo

Com base nos resultados de diversas pesquisas de intenção de votos e também de “pesquisas nãodirecionadas” realizadas por dois jornais da elevada circulação, o autor, utilizando-se da ferramenta daanalise de conteúdo, examinou o comportamento eleitoral durante os períodos de pré-campanha ecampanha presidencial venezuelana de 1998. Como resultado, foi encontrado que a maioria doscidadãos votantes se afastavam da programação colocada pela imprensa escrita, sem que, nãoobstante, os jornais preocupados em vender a notícia como simples mercadoria, decidissem dar maiorcobertura ao candidato midiático que havia sido transformado em novidade mercadológica. ©Ciências & Cognição 2007; Vol. 10: 15-27.

Biografia do Autor

Alfredo Ascanio Guevara, Departamento de Ciências Econômicas e Administrativas, Universidade Simón Bolívar, Caracas, Venezuela / Professor Titular

Economista (Universidad Central de Venezuela) e Doutor em Ciências Políticas (UniversidadSimón Bolívar) com Pósgraduação em Gerência Avançada (Escuela de negocios de la Universidad de Harvard). Atuacomo Profesor Titular do Departamento de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade Simón Bolívar.

Como Citar

Guevara, A. A. (1). Oposición y pragmatismo: el comportamiento de la prensa escrita en una elección presidencial. Ciências & Cognição, 10. Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/613

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles

##plugins.generic.recommendBySimilarity.heading##

##plugins.generic.recommendBySimilarity.advancedSearchIntro##