Construtivismo, Inatismo e Realismo: compatíveis e complementares

Autores

  • Gustavo Arja Castañon Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, Brasil e Universidade Católica de Petrópolis, Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil / Professor

Palavras-chave:

construtivismo, epistemologia, pedagogia construtivista, inatismo, psicologia cognitiva

Resumo

A partir da difusão da obra de Jean Piaget, o construtivismo se tornou rapidamente a teoria do conhecimento dominante na Educação. Entretanto, nos últimos anos assistimos a uma proliferação de diferentes utilizações do termo ‘construtivismo’, que geraram uma grande confusão conceitual. As duas confusões mais potencialmente danosas são aquelas que opõe artificialmente o construtivismo aoinatismo e a que igualmente o opõe ao realismo. A primeira surge da difusão de uma nova forma de ambientalismo radical, o construtivismo social, que se utiliza do termo ‘construtivismo’ mas se afasta totalmente desta tradição filosófica. A segunda surge também da confusão entre construtivismo e sua forma idealista, o construtivismo radical, que nega qualquer tipo de acesso do sujeito epistêmico a uma realidade independente de sua própria mente. Na verdade, não só o construtivismo não é incompatível com o inatismo, como depende sempre deste em algum nível. Da mesma forma, o construtivismo adere ao realismo em suas expressões filosóficas mais importantes. Teorias pedagógicas que não compreendem estas duas questões geram conseqüências danosas, como a dissolução de conceitos básicos como verdade e realidade. © Ciências & Cognição 2007; Vol. 10:115-131.

Biografia do Autor

Gustavo Arja Castañon, Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, Brasil e Universidade Católica de Petrópolis, Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil / Professor

Graduado em Psicologia pela UERJ e em Filosofia pela UFRJ. É mestre em Psicologia Social pela UERJ e doutor em Psicologia pela UFRJ. Atualmente ministra cursos na graduação em Psicologia da Universidade Estácio de Sá, e cursa o Mestrado em Lógica e Metafísica da UFRJ, tendo se dedicado nos últimos oito anos a investigações de Filosofia da Psicologia

Como Citar

Castañon, G. A. (1). Construtivismo, Inatismo e Realismo: compatíveis e complementares. Ciências & Cognição, 10. Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/629

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles

##plugins.generic.recommendBySimilarity.heading##

##plugins.generic.recommendBySimilarity.advancedSearchIntro##