FENÓTIPO COGNITIVO DE ADOLESCENTES COM SÍNDROME DE DOWN: UM ESTUDO MULTICASOS

Autores

  • Rosália Carmen de Lima Freire Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Izabel Hazin Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Síndrome de Down, fenótipo cognitivo, avaliação neurocognitiva

Resumo

Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo contribuir para a caracterização de um fenótipo cognitivo de adolescentes com Síndrome de Down (SD). Foi realizado um estudo multicasos de seis adolescentes diagnosticados com SD, sendo três do sexo masculino e três do sexo feminino, na faixa etária de 13 e 14 anos. Os participantes foram submetidos a uma avaliação neurocognitiva baseada na metodologia desenvolvida por Luria. De maneira geral, os resultados apontam para a presença de dificuldades em tarefas que envolvem o pensamento lógico (e abstrato) e a linguagem expressiva, e, por outro lado, um melhor desempenho em atividades que envolvem habilidades visuoespaciais de menor complexidade, ou seja, com menos interferência do funcionamento executivo, notadamente as funções de planejamento e iniciativa. Ressalta-se que estes resultados podem ser considerados enquanto subsídios para o desenvolvimento de intervenções futuras baseadas nos pontos fortes e fracos do fenótipo cognitivo destes adolescentes.

Palavras-chave: Síndrome de Down; fenótipo cognitivo; avaliação neurocognitiva.

 

Abstract

This research aimed to contribute to the characterization of a cognitive phenotype in adolescents with Down syndrome (DS). A multicases study of six adolescents (three males and three females, aged 13 and 14 years) diagnosed with DS, was conducted. The participants underwent a neurocognitive evaluation based on the methodology developed by Luria. Overall, the results indicate the presence of difficulties in tasks that involve logical thinking and expressive language, and, on the other hand, a better performance in activities involving visuospatial skills of lower complexity, ie with less interference of executive functioning, such as the functions of planning and initiative. We emphasize that these results can be considered as subsidies for the development of future interventions based on the strengths and weaknesses of the cognitive phenotype of these adolescents.

Keywords: Down Syndrome; cognitive phenotype; neurocognitive assessment. 

Biografia do Autor

Rosália Carmen de Lima Freire, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Rosália Carmen de Lima Freire é graduada em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba e Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Izabel Hazin, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Izabel Hazin é graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Especialista em Neuropsicologia pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestre e Doutora em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco e Pós doutora em Neurociências pela Université Paris Descartes. Professora Adjunto IV do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

 

Publicado

2015-04-30

Como Citar

Freire, R. C. de L., & Hazin, I. (2015). FENÓTIPO COGNITIVO DE ADOLESCENTES COM SÍNDROME DE DOWN: UM ESTUDO MULTICASOS. Ciências & Cognição, 20(1). Recuperado de https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/947

Edição

Seção

Psicologia / Neuropsicologia / Psicanálise / Ciências Cognitivas