[1]
L. M. Nascimento e C. B. Menezes, “A RELAÇÃO ENTRE A PRÁTICA REGULAR DE VIDEOGAMES E ATENÇÃO SUSTENTADA”, Cien. Cogn., vol. 25, nº 1, p. 141-156, dez. 2020.